Bom Dia! Segunda-feira, 25 de Junho de 2018.
 Home

   


Pe. Emerson Correr CSS
vocacional@estigmatinos.com.br
18/05/2005 - Tema: Vocação

Visualizações desta matéria: 95
Comente ou veja os comentários desta matéria (0)


"MARIA, ÉS FELIZ PORQUE ACREDITASTES!"

Estamos aprofundando o significado fundamental da nossa existência, de nossa vocação, como aspiração e reação de fé dentro das situações concretas em que vivemos.
E agora vamos olhar a pessoa de Maria. Vamos refletir a vocação de Maria, ver como ela optou radicalmente por Deus sem se afastar ou se alienar da caminhada do seu povo. Desde já podemos nos perguntar: Quais foram as conseqüências do "SIM" na vida de Maria?

Qual é a vontade de Deus?

A grande vontade de Deus é que seus filhos vivam felizes, concretizem por palavras e ações um amor novo que leve à comunhão e participação fraterna no meio do povo, da vida do ser humano.
A vocação de Maria aconteceu no limite entre o Antigo Testamento e o Novo Testamento. Ela tem suas raízes na tradição do povo de Israel, mas abre seu coração para o Deus que sempre acontece.
Todo vocacionado é, por essência, alguém que carrega sobre si a história do seu povo e ao mesmo tempo se sente atraído irresistivelmente pelo Senhor. Nosso coração sente-se intimamente cativado pelo Senhor!
Assim aconteceu com a jovem Maria, assim aconteceu com muitos e, igualmente, pode acontecer com você. Por que não? Quem pode dizer o que um coração apaixonado sente, a não ser aquele que experimenta tamanha sensação? Todo vocacionado é um apaixonado por Deus! Maria é o exemplo perfeito de todas as vocações!

Quem foi Maria?

Uma jovem em idade de opção. Quando muitos vizinhos, jovens como ela, optavam por caminhos diversos e que, muitas vezes, não preenchiam o coração, Maria, noiva de José, vive sua vida, dia a dia, na mais perfeita coerência da sua consciência. Ela percebe que tudo isso é "graça", dom, presente do seu Deus namorado.
E você? Você não sente que seu coração arde, deseja experiências profundas, que marquem a vida para sempre e não se apaguem com o passar do tempo? Você, que ouve, com o coração apertado, os gritos e lamentos do nosso povo, não acha que a sua vida é muito bela para ser perdida em futilidades, quando há ainda tanto por fazer?
Deus chamou Maria. Deus não chama você? De mil maneiras diferentes o Senhor pode chamar! Geralmente ele o faz através dos acontecimentos da vida, da nossa história sentida e também através de algumas pessoas que nos questionam. Quando Deus chama, o coração fica inquieto, mas com uma alegria interior que os outros não conseguem explicar.
Maria perturbou-se com aquelas palavras: "Alegre-se, Maria, disse o anjo. Você recebeu um grande favor de Deus. O Senhor está com você". Nossa sensibilidade facilmente reage diante de tão grande e sublime proposta. Deus ocupa todo o espaço quando penetra em nosso íntimo! Precisamos discernir suas inspirações e desejos para responder com generosidade aos seus apelos. Talvez, como Maria, você precise dizer: Eis-me aqui! Eu sou tão limitado... contudo, faça-se a Tua vontade!

Para que Deus me chama? Ele precisa de mim?

Não temas! Se você foi chamado, ele está ao seu lado. Para Deus nada é impossível. Ele o chama para que você caminhe com ele e fique na sua companhia. Ele o escolhe para envia-lo em missão, mensageiro do Senhor, a anunciar a todos sua experiência vivida, fazendo-se irmão de todos, superando as barreiras que os ser humano coloca para não se verem e não se amarem.
Toda vocação é obra do Espírito Santo, da força de Deus nos seus escolhidos. "Ele a envolverá com a sua força, disse o anjo a Maria". Nosso mundo precisa experimentar e perceber mais esta presença libertadora do Senhor nos seus escolhidos.
Maria deu seu SIM para sempre. Um SIM que nasceu do seu coração jovem e cheio de fé, esperança e amor. Um SIM humilde e decidido, como alguém que se coloca a serviço do outro, sem nada exigir. Uma entrega assim, seja onde acontecer, sempre será um belo sinal da presença libertadora do Senhor.


Veja outras matérias de Pe. Emerson Correr CSS...
30/10/2005 - Vocação - APROFUNDANDO - PARTE I
20/09/2005 - Vocação -
CONFUSÃO ENTRE VOCAÇÃO E PROFISSÃO*
29/06/2005 - Vocação -
VOCAÇÕES? DE QUEM É A RESPONSABILIDADE?
08/06/2005 - Vocação -
PROFISSÃO OU VOCAÇÃO?
18/05/2005 - Vocação -
"MARIA, ÉS FELIZ PORQUE ACREDITASTES!"
25/04/2005 - Vocação -
BÍBLIA E VOCAÇÃO (3ª. PARTE)
12/04/2005 - Vocação -
BÍBLIA E VOCAÇÃO (2ª. PARTE)
27/03/2005 - Vocação -
BÍBLIA E VOCAÇÃO (1ª. PARTE)
15/03/2005 - Vocação -
"OS BARULHOS SÃO MAIS ATRAENTES"
04/03/2005 - Vocação -
MAS, AINDA HÁ VOCAÇÕES?
23/02/2005 - Vocação -
O Padre que nós precisamos pode estar em sua casa!

 Voltar